quinta-feira, 10 de julho de 2014




Contar histórias em ambiente hospitalar é muito mais que entretenimento. É a possibilidade de criação/vivência de um espaço subjetivo que, através de atividades literárias, plásticas, cênicas e lúdicas, possibilita: diminuição do sofrimento da
internação e alívio da privação do brincar, do ir à escola, da ausência do convívio familiar e da participação em atividades de lazer e culturais.
Shiniata Alvaia de Menezes